COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO EM PSICOLOGIA NO SISTEMA PRISIONAL E SOCIOEDUCATIVO
APRESENTAÇÃO

A Comissão de Orientação no Sistema Prisional e Socioeducativo discute o papel da(o) psicóloga(o) no âmbito prisional e socioeducativo, perpassando os desafios enfrentados pela lógica do encarceramento em massa e da punição, os critérios para a realização do atendimento virtual, a realização e o acompanhamento de visitas virtuais, enquanto direitos dos presos, a necessidade de prestar apoio em unidades próximas, aumentando a sobrecarga de trabalho das(os) psicólogas(os), a participação da(do) psicóloga(o) nos conselhos disciplinares e o impasse entre o papel de avaliadora(r) e o papel voltado para a assistência, assim como o que se configura como atribuição exclusiva ou não da(o) psicóloga(o) nesses estabelecimentos.

Psicologia no sistema prisional e socioeducativo

OBJETIVOS

  • Propiciar às(aos) psicólogos(as) dos sistemas prisional e socioeducativo mineiro um espaço de discussão e formalização do trabalho;
  • Promover um espaço para interlocução entre essas(es) profissionais visando à construção de projetos de intervenção nestas instituições;
  • Posicionar essas(es) profissionais frente às suas questões e os atravessamentos que ocorrem nessa esfera de trabalho;
  • Fortalecer o exercício da prática fundamentada pela ética e ciência psicológica dentro desses espaços;
  • Prestar um serviço adequado às particularidades das instituições, em respeito à cidadania, visando a garantia dos direitos humanos da população privada de liberdade.

COORDENAÇÃO DA COMISSÃO

Rodrigo Padrini Monteiro

PUBLICAÇÕES

LOCAL DE FUNCIONAMENTO

Sede (Funcionamento integrado com as Subsedes)

– CRP PELO INTERIOR –