CFP e CRP-MG publicam posicionamentos sobre apresentação de coaching em novela

Na segunda-feira, 5/2, o Sistema Conselhos de Psicologia posicionou-se publicamente quanto à divulgação de atividades de coaching na novela “O outro lado do paraíso”, veiculada pela Rede Globo de televisão.

A telenovela sugere a prática do coaching como “solução rápida” e “ferramenta para extrair a verdade” e acessar o bloqueio sexual oriundo de abusos sexuais sofridos na infância.

O Conselho Federal de Psicologia e o Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais (CRP-MG) divulgaram notas explicativas em que elucidam os riscos que essa representação da novela podem gerar para a sociedade e reforçam a competência das(os) psicólogas(os) para atuarem nos casos de sofrimento mental, emocional e existencial intenso.

Nota explicativa do CRP-MG.

Posicionamento do CFP.

Desdobramentos – A nota explicativa divulgada pelo CRP-MG atingiu, até o dia 8 de fevereiro, mais de 6.500 compartilhamentos no Facebook, com alcance de mais de 600 mil pessoas.

A Sociedade Latino Americana de Coaching (SLAC) posicionou-se por e-mail sobre a nota explicativa do CRP-MG:

A carta citada na mensagem pode ser acessada aqui.