Combate à LGBTIfobia foi tema do programa de rádio do CRP-MG

Marcando o Dia Mundial do Orgulho LGBTI, o Psicologia em Foco no rádio entrevistou a psicóloga e presidenta do Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais (CRP-MG), Dalcira Ferrão. Clique aqui para ouvir o programa.

Amanhã, dia 28 de junho é o Dia do Orgulho LGBTI (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e pessoas intersex), data celebrada, que marca um episódio ocorrido em Nova Iorque, em 1969. Onde, as pessoas que frequentavam o bar Stonewall, até hoje um local de frequência de gays, lésbicas e trans, reagiram a uma série de batidas policiais que eram realizadas ali com frequência. O enfrentamento contra a perseguição da polícia às pessoas LGBTI durou mais duas noites e, no ano seguinte, resultou na organização na 1° parada do orgulho LGBT.

“Dentro da sigla fica claro que a violência cometida perante travestis e pessoas trans tem um cunho mais cruel, os requintes de crueldade desses assassinatos marcam o incomodo da sociedade em reconhecer e garantir a cidadania dessa população. Não é à toa que o Brasil é o país que mais mata a população travesti e trans no mundo”, alertou a psicóloga.

Dalcira Ferrão também falou da atuação da Psicologia no combate à LGBTIfobia. “A nossa profissão tem um papel fundamental no enfrentamento à LGBTIfobia. Na medida em que nossa ciência e profissão não compreende essas identidades sexuais e de gênero como doença, algo que precisa ser curado ou algum tipo de patologia ou desvio. Nós da Psicologia temos já legislações especificas que orientam psicólogas e psicólogos no atendimento à população LGBTI, no sentido de garantir os direitos de cidadania dessa população”, ressaltou a psicóloga.