CRP-MG contribui com ação de cadastramento em Brumadinho

Cerca de 30 psicólogas(os) estão atuando no cadastramento das famílias atingidas pelo rompimento da barragem da Mina do Feijão, em Brumadinho, nesta quinta-feira, 31/1. As(os) profissionais se voluntariaram a participar da ação coordenada pelo Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais (CRP-MG) e articulada com os poderes públicos estadual e municipal. O cadastro é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Impacto Social.

Outra frente de trabalho em curso é o atendimento e acolhimento às famílias no Instituto Médico Legal, em Belo Horizonte, realizado por integrantes da Comissão de Psicologia de Emergências e Desastres do Conselho.

Todas as ações estão sendo planejadas em rede pelo recém instituído Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) composto por entes do poder público e que conta com a colaboração do CRP-MG.

Para essa atividade em curso, o Conselho, em seus comunicados, informou o encerramento da lista de voluntárias(os) dada a intensa participação da categoria. Nesse sentido, salienta-se que, na tentativa de conter informações desencontradas, o CRP-MG orienta as(os) psicólogas(os) a se manterem atentas(os) exclusivamente aos comunicados e notícias veiculadas em seus canaiswww.crpmg.org.br, www.facebook.com/crpmg e www.instagram.com/crpmg