Nota de repúdio ao ataque impetrado ao Centro de Cidadania LGBT Carlos Ruas

O Conselho Regional de Minas Gerais, por meio da sua Comissão de Psicologia, Gênero e Diversidade Sexual, vem manifestar repúdio ao violento ataque impetrado ao Centro de Cidadania LGBT Carlos Ruas, na cidade de São Paulo, na última segunda-feira, de 04 de dezembro de 2017.

Os atos de vandalismo denotam um profundo desrespeito ao trabalho e aos atendidos pelo serviço, que desde 2015 vem realizando um trabalho importantíssimo de combate a violência e ao preconceito contra a população LGBT e de resgate da cidadania ao referido público. Os atos de defecar no local, rasgar documentos e cortar os canais de comunicação, dizem muito do que os autores desses atos violentos desejam para as pessoas cuja diversidade sexual e de gênero já é constantemente atacada em nossa sociedade, como bem apontou o Centro em nota pública publicada ainda nessa segunda-feira.

O CRP-MG, pautado na pluralidade da psicologia na promoção dos Direitos Humanos e na diversidade como característica humana, repudia o ataque e presta solidariedade aos servidores e ao público LGBT atendido, e deseja que esse ataque não paralise, mas, antes, que fortaleça a busca por cidadania e pela melhoria da qualidade de vida de toda essa população. Ataques como esse só demonstram o quanto o serviço é necessário e o quanto ainda precisamos lutar para conquistarmos respeito e humanidade a população LGBT+.

Belo Horizonte, 7 de dezembro de 2017
XV Plenário do Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais

Logomarca do CRP-MG