Síndrome de Burnout foi tema do Psicologia em Foco no Rádio

O programa entrevistou a psicóloga Paula de Paula

No Brasil, cerca de 30% dos profissionais sofrem da síndrome de Burnout, de acordo com uma pesquisa realizada pela International Stress Managemet Association. A síndrome, que tem sintomas próximos da depressão e pode levar à exaustão, perda de energia, estresse e esgotamento, esteve em pauta no Psicologia em Foco – programa de rádio do Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais (CRP-MG) em parceria com a Rádio Inconfidência – desta quarta-feira, 3/01. A entrevistada foi a psicóloga Paula de Paula, que é psicanalista e doutora em psicologia social pela PUC-São Paulo. Também é professora da Faculdade Psicologia e do curso de Educação Física da PUC-Minas.

A síndrome de Burnout é causada pela sobrecarga de trabalho e tentativa de adaptação à grande exigência do trabalho, do chefe e da própria pessoa. De acordo com Paula, o esgotamento no trabalho acontece quando essa exigência é maior que a capacidade de recuperação do indivíduo. “O profissional se esforça demais para ter uma performance de vencedor, quase sempre fugindo da derrota. Em muitas vezes, ele é confrontado com uma situação maior que sua capacidade. Daí vem o medo da derrota, do erro. A síndrome é quase que o efeito desse sentimento individual de medo”, explica a psicóloga.

Paula defende que a grande importância dada ao consumismo pode também ser uma das causas da síndrome, e aponta a necessidade de o indivíduo ter tempo e espaço para viver as coisas agradáveis da vida, como a família e as relações, sem ser obrigado a necessariamente consumir algo.

Ouça a entrevista completa.

O programa vai ao ar todas quartas-feiras, às 12h30, pela Rádio Inconfidência 880 AM.