Acesse a cobertura do Seminário “Psicologia e as relações étnico-raciais”

Nos dias 19 e 20 de julho de 2018, o Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais (CRP-MG) promoveu, em Belo Horizonte, o Seminário “Psicologia e as relações étnico-raciais”. A iniciativa foi articulada pelo Conselho, por meio da Comissão de Psicologia e Relações Étnico-Raciais.

Os dois dias de encontro contaram com contribuições de profissionais de várias áreas do conhecimento, representantes de diferentes etnias e de movimentos sociais. Cerca de 150 pessoas participaram das atividades, que incluíram conferências, mesas de debate, performance artística e oficinas. Veja as fotos do encontro.

A atividade foi gratuita e as(os) inscritas(os) se autodeclararam da seguinte maneira quanto a cor/raça: preta 47%; parda 25,6%; branca 23,1%; amarela 0,6%;  indígena 0,3% e preferiam não declarar 3,1%. Dentre a as(os) inscritas(os), 80% foram mulheres.

Psicologia – O Seminário aconteceu em um contexto de ações que procuram assegurar espaço para o debate sobre as relações étnico-raciais na Psicologia. Em maio, a Assembleia de Políticas, da Administração e das Finanças (APAF) do Sistema Conselhos de Psicologia aprovou a nota “Convite a tirar o racismo do nosso vocabulário”.

Em março de 2017, o CRP-MG criou a Comissão de Psicologia e Relações Étnico-Raciais, que se reúne na sede do Conselho. O calendário de reuniões está disponível no site e no Facebook do CRP-MG. Dúvidas também podem ser enviadas para o e-mail: comissoes@crp04.org.br e pelo telefone: 2138-6754.

Confira a cobertura das conferências e mesas de debate que aconteceram no Seminário:

Mesa de abertura

Mesa “Psicologia pra quem? Encontro de saberes indígenas, quilombolas e de favelas”

Conferência “A Psicologia e o racismo no Brasil”

Mesa “O papel da Psicologia no enfrentamento aos racismos”

Conferência “A descolonização das subjetividades e o epistemicídio”